Rádio JOVEM PAN

103.5. Jovem Pan Ponta Grossa

Ouvir

JLo desabafa sobre situação de crianças imigrantes nos EUA: “está em nossas mãos”

por Jovem Pan, . - Atualizado em

Cantora latina pediu ajuda dos americanos para acabar com o cenário

Cantora latina pediu ajuda dos americanos para acabar com o cenário

Fonte: Reprodução

Com ascendência porto-riquenha, Jennifer Lopez não deixou de comentar a situação de crianças imigrantes que estão sendo separadas de seus pais ao cruzarem a fronteira do México com os Estados Unidos. Pelas redes sociais, a cantora desabafou e pediu ajuda de todos na luta.

“Ao ler essas notícias não consigo deixar de pensar nos meus filhos. Não posso imaginar um mundo em que eles pudessem ser tirados dos meus braços e levados a um lugar que não é melhor que uma prisão. Sinto que nunca esqueceremos esse momento. Sendo testemunhas dessas atrocidades posso dizer que permanecer em silêncio não é uma opção. Nós e as pessoas de todas as raças, origens e culturas enriquecemos esse país”.

JLo encorajou os americanos a “ligarem para seus congressistas” em busca de explicações sobre a situação. “Isso é sobre direitos humanos e decência. Se você se importa com crianças deve se preocupar com a falta de transparência sobre essa situação desastrosa”.

“Está tudo em nossas mãos, apoiando uns aos outros nesses tempos turbulentos podemos permanecer no lado certo da história. O lado onde crianças estão seguras nos braços de seus pais. Ajam agora”, finalizou.

Nos EUA, com a políticia de imigração do presidente Donald Trump, crianças que entram ilegalmente nos Estados Unidos são separadas da família e levadas para "centros de detenção".

Reading the news about the separation of children from their families, I can’t help but think about my own children. I cannot fathom a world where they would be ripped from my arms, taken to a place no better than a prison far from home. I feel we will never forget this moment in time. Bearing witness to these atrocities and that’s what they are, I can say for sure, remaining silent is not an option. As a Latino, and as you know very well, a proud Bronx born Puerto Rican American, we and the people of all different races, roots, and culture have enriched this country. But the recent rhetoric and constant dismissal of what we bring to the table has to stop. This is about basic human rights and decency. If you care about children, have concern for the lack of transparency about this disastrous display, in full view to the world in general, I encourage you first to get caught up on the situation. Next, call your congressperson and demand an answer, but I also want you to remain hopeful—hold fast to hope, faith and Love. We first need to admit we have a problem before we can heal it. We cannot focus on the evil, we must push towards unity and get to a healing place. ITS ALL IN OUR HANDS. Supporting one another in these troubled times, we can remain on the right side of history: the side where children are safe and in their parents arms. Act now, call now, speak now, LOVE now. #familiesbelongtogether #lovenothate

Uma publicação compartilhada por Jennifer Lopez (@jlo) em


Tags da Pan

Comentários